8 dicas de como identificar cachaças falsificadas

  • Publicado 1 ano atrás

Identificar cachaças falsificadas pode ser um desafio, pois os falsificadores estão sempre buscando meios de imitar a aparência e o sabor das cachaças autênticas. No entanto, existem algumas dicas que podem ajudar a detectar possíveis falsificações. Veja aqui no Mapa da Cachaça algumas orientações.

Você é apaixonado por cachaça, mas teme cair em uma armadilha e comprar uma garrafa falsificada? Não se preocupe, estamos aqui para te ajudar a identificar cachaças falsificadas. Confira nossas dicas para não perder dinheiro nem a oportunidade de degustar uma legítima cachaça de qualidade:

Procedência e marcas conhecidas

Dê preferência a cachaças de marcas conhecidas e estabelecidas no mercado. Verifique se a embalagem contém informações sobre a destilaria, como endereço, CNPJ e registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Selos de qualidade

Observe se a garrafa possui os selos de qualidade, como o Selo de Identificação da Conformidade do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO). Esses selos atestam a autenticidade e a qualidade da cachaça. Alguns estados e regiões, como Paraty (Rio de Janeiro), possuem selos específicos para garantir a procedência da cachaça. Certifique-se de que o selo está intacto e legível.

Indicação de procedência

Aparência da embalagem

Verifique cuidadosamente a embalagem da cachaça em busca de indícios de falsificação. Observe a qualidade da impressão dos rótulos, a nitidez das letras, a cor e a textura do papel utilizado. Desconfie de rótulos mal impressos, desalinhados ou com erros de ortografia.

Volume correto

Um dos grandes desafios dos falsificadores é usar a mesma garrafa da versão autêntica, por isso algumas bebidas falsas acabam usando garrafas de volumetrias diferentes. Se você encontrar a mesma cachaça engarrafada em volumes diferentes, como 600ml e 750ml, para o mesmo rótulo, pode ser um indício de falsificação. É importante destacar também que não é possível engarrafar cachaça em embalagens maiores que 1 litro.

serra limpa falsificada - cachaças falsificadas
Exemplo de falsificação da cachaça Serra Limpa

Procurar informações online

Pesquise sobre a marca e a cachaça em questão na internet. Verifique o site oficial da cachaça e procure por informações sobre o produto, como características, premiações, e depoimentos de consumidores. Compare as informações obtidas com as encontradas na garrafa em questão. Uma boa fonte de informação é o próprio Mapa da Cachaça.

Preço muito baixo

Desconfie de ofertas de cachaça com preços muito abaixo do valor de mercado. Preços muito baixos podem indicar cachaças falsificadas, já que a produção de cachaça autêntica envolve custos e processos específicos.

Sabor e aroma suspeitos

Ao degustar a cachaça, fique atento a qualquer sabor ou aroma estranhos. Falsificações podem conter ingredientes ou aditivos diferentes dos utilizados nas cachaças autênticas, resultando em características sensoriais diferentes.

Cachaças falsificadas podem ter aromas estranhos, como cheiro de solvente ou álcool muito forte. Na hora de degustar, observe o sabor e a textura. Uma cachaça de qualidade é equilibrada, sem sabores artificiais ou sensação de queimação excessiva.

Reputação do vendedor

Compre cachaças apenas de vendedores confiáveis e estabelecidos. Verifique a reputação do vendedor, leia avaliações de outros consumidores e evite adquirir produtos de fontes duvidosas.

É importante ressaltar que essas dicas podem ajudar a identificar possíveis cachaças falsificadas, mas não são garantias absolutas. Caso suspeite de uma cachaça falsificada, é recomendado entrar em contato com os órgãos competentes, como o MAPA, para relatar a situação e obter mais orientações.

Parceiros